CCB, Hinos CCB, Testemunhos CCB, Noticias CCB, Tocatas CCB, Congregação Cristã no Brasil, Novos hinos CCB, Hinos Cantados, hinário 5, hinos tocados hinário 5, hinos Avulsos, hinos saxofone ccb, hinos trompete ccb, Baixar Hinos CCB, hinos violino ccb, hinos acordeon ccb, hinos bombardao ccb, hinos cavaquinho ccb, hinos clarinete ccb, hinos flauta ccb, hinos gaita ccb, hinos harpa ccb, hinos oboé ccb, hinos órgão ccb, hinos piano ccb, hinos trombone ccb, hinos violão ccb, Ensaio Musicais CCB, Ensaio Regional CCB, Pregaçao CCB, famosos ccb, doutrina ccb, crianças cantando ccb!: Histórico do bona

<

Buscar
Top Parceiros

   
   

   

   
Top Anuncios

 Pasquale Bona,

Nasceu em Cerignola 3/11/1808 e faleceu em Milano em 2/12/1878),

Aluno em 1828 do Real Collegio degli Spersi (atual Conservat�rio de m�sica) de Palermo, conseguiu em um breve tempo, em 1830, o diploma de canto e de composi��o. No mesmo ano foi promovido a maestro de capela junto ao Col�gio do Bom Pastor. Em 1838 muda definitivamente para Milano, onde at� a sua morte, ensina canto, solfejos e teoria no Regio Conservat�rio. Compositor de �peras teatrais, como o Tutor e o diabo (1832), e de numerosas passagens de m�sica sacra, pe�as para piano e clavicembalo e para violino e violoncelo. Mas a �pera que mais do que outras que representam o g�nio e com intuito did�tico � o M�todo Completo para a Divis�o expressamente composta para uso dos alunos do Regio Conservat�rio de M�sica de Milano (segundo a intesta��o original da �poca), tudo hoje em uso para a prepara��o � leitura musical

 

Bona

Tendo j� como sua composi��o de m�sica lit�rgica: uma Missa em l� bemol a tr�s vozes e orquestra, e, uma outra, uma Sinfonia em mi bemol. Em 1830, ap�s ser brilhantemente diplomado em composi��o e canto sob a dire��o de I. Gatti, foi nomeado Mestre de Capela do Col�gio do Bom Pastor (chamado depois de Conservat�rio de M�sica V. Bellini).

Estimado compositor de m�sica sacra (de particular relev�ncia o Salmo Dixit Dominus, a tr�s vozes com orquestra), P. Bona quis arriscar tamb�m como compositor teatral e no carnaval de 1832 fez representar no Teatro Novo de Napoli a �pera com�dia “O tutor e o diabo”, com libreto de A. Schimidt; o sucesso fez com que Bona transferi-se para Mil�o.

Estabeleceu-se junto com a esposa Rosa Ottaviani, em novembro de 1838, foi nomeado no conservat�rio de m�sica inicialmente como professor de teoria e solfejo, depois em 1851 de harmonia e de canto para mulheres e em 1859 de canto para homens. Em 26 de novembro de 1844 Bona se defrontou pela primeira vez com o p�blico do teatro Scalla com o drama “I Luna i Perollo” (libreto de G. Sacchero), que n�o teve acolhida favor�vel; a este segui um terceiro trabalho teatral, “Dom Carlo” (libreto de G. Giachetti) apresentado em 23 de mar�o de 1847, sempre no Teatro Scala.

Fonte: Sites italianos, enviado por Heber (Uberl�ndia)

, Pasquale. � Nasceu em Ceringola em 3 de novembro de 1808 (como consta do ato de batismo citado de Cellamare) de Carmine Bona e de Maria Passalacqua. Seu primeiro estudo musical, quase que certamente nada se conhece. A primeira noticia certa consta de 1828, ano em que o jovem se transferiu para Palermo, provavelmente em companhia de seu av� materno, foi aluno do Real Col�gio degli Spersi.compositor e autor de livros

981 Responses to “Histórico do bona”